Animal de estimação - 5 dicas e benefícios para crianças

Animal de estimação – 5 dicas e benefícios para crianças


Pense rápido: você acha que o convívio entre animal de estimação e crianças é uma boa? Recentemente recebi um e-mail da Carol falando que tem um filhote de Border Collie chamado Diego, e sua filha tem 3 aninhos e ama animais! Porém, a mamãe Carol está se vendo louca com essa duplinha que é energia 24 horas. Mas parece que às vezes o Diego faz umas brincadeiras de pular e acaba machucando a filhinha dela, por isso ela me escreveu em busca de dicas sobre animal de estimação e crianças. Mediante essa situação, procurei saber o que poderia dar de dicas para a Carol e para outras mamães que pensam em ter ou tem animais de estimação em casa para que eles possam conviver em harmonia e tornar-se o melhor amigo um do outro. Antes de falar sobre as dicas, quero dizer que amo cachorro, tive um no Japão que me acompanhou na minha infância e, infelizmente, faleceu uns 5 anos atrás, deixou muitas recordações maravilhosas.

Hoje em dia temos a Estrelinha que mora com minha mãe e tem uns 11 aninhos. E falo com experiência própria que meu contato desde cedo com animal de estimação foi a melhor coisa que meus pais fizeram.  Pude aprender muitas coisas e a respeitar esse serzinho que embora não saiba falar, consegue se expressar muito bem com olhares e gestos.

Ter animais de estimação ajuda no desenvolvimento da criança

O convívio entre crianças e animais de estimação é saudável porque ajuda no desenvolvimento da criança tanto no intelectual quanto no social. A criança aprenderá a trabalhar os sentimentos, se relacionar com outras pessoas.

Cuidar de um animal de estimação é uma boa maneira de ensinar às crianças conceitos importantes como responsabilidade e dedicação. Os animais de estimação são uma boa companhia para desenvolvimento físico, pois os cães precisam passear, ou seja, fazer caminhadas, e isso incentiva a criança a querer se movimentar ao ar livre.

animal de estimação

Ter um cão traz benefícios à saúde da criança

Pesquisas realizadas pela Associação Americana do Coração comprovaram que ter um cão reduz consideravelmente o risco cardíaco nas crianças e fortalece o sistema imunológico reduzindo o risco de desenvolvimento de alergias e crises asmáticas.



Alguns cuidados são necessários para se ter um animal de estimação

O seu cãozinho deverá ter todos os controles de saúde que o veterinário orientar. Todas as vacinas em dia, uma boa alimentação e higiene, entre outros cuidados.

A criança também precisa ter boa saúde para não transmitir e nem pegar qualquer doença. Não se esqueça de lembrar à criança de lavar as mãos sempre que terminar de brincar com o cãozinho.

Como as crianças menores ainda não tem muita noção de cuidados, cabe à mamãe orientar e explicar que o cãozinho sente dores, que não pode ficar mexendo no rabo do animal, puxar os pelos, bater, pois na cabeça de crianças eles acham que o cãozinho é um bichinho de pelúcia.

Carol, sobre os pulos do Diego, dei uma pesquisada sobre essa raça Border Collie e só é elogios!É um cãozinho carinhoso e se dá superbem com crianças, mas também é um pouco teimosinho, devido ao seu instinto de pastoreio,isso pode fazer com que ele tenha atitudes que assustem crianças menores. Mas é só ficar monitorando enquanto eles brincam, e se você observar que ele está fazendo algo que não é legal, chame a atenção dele e diz que não pode, aos poucos ele vai entender e a sua filha também vai crescer e o convívio será maravilhoso entre esses 2 amiguinhos!

cuidados-com-animal

Ter um animal de estimação evita estresse familiar

É muito bom fazer carinho e brincar com o animalzinho depois de um dia cansativo, isso alivia o estresse e ajuda o corpo a liberar o hormônio do relaxamento diminuindo a liberação do hormônio do estresse.

Amor e respeito pelos animais

Acostume a criança a desde cedo cuidar, respeitar e ter carinho por esse amiguinho como se fosse membro da família.

Quando a criança já estiver grandinha, incentive-a segurar a guia junto com a mamãe nos passeios diários, peça para colocar a comidinha do pet, pergunte se o potinho de água está cheio e se não estiver, incentive-a a colocar mais água para o pet.

Todas essas atitudes vão garantir o bem-estar do seu pet e a criança desenvolverá uma responsabilidade sem igual para a vida toda.

cuidados

Gostou das dicas, mamãe? Qual tipo de animal de estimação você tem ou gostaria de ter para ser companheiro de sua criança? Comente aqui para eu saber se você curtiu esse post!

Carol, espero que possa ter lhe ajudado, mas se tiver algo que deixei de mencionar ou caso você queira outro tipo de resposta, pode me escrever, OK?

Vou ficando por aqui,mas aguardo o seu comentário dizendo se gostou das dicas, OK?

Um beijo e até o próximo post.

Você já deu uma olhada nesses assuntos?  

41 ideias de fotos de bebê com animais de estimação
8 dicas que todas as mães precisam saber
Receitas para crianças: 3 comidinhas para fazer com a mamãe
Intolerância à lactose – 10 receitas para crianças
Segundo filho – 6 dicas para evitar o ciúme entre irmãos

 Viagem com crianças: 4 destinos para várias faixas etárias

➨ 47 atividades educativas para se divertir com as crianças

cometario_dicas-da-japa1

Esses são os canais do blog nas redes sociais, espero vocês lá:

Dicas da japa facebook
Dicas da Japa Instagram
Dicas da Japa-Google plus
Dicas da Japa - Twitter

Olá, Mamãe! Fique por dentro das novidades. =)
Coloque o seu e-mail aqui para receber em primeira mão as atualizações do meu blog.




  6 comments

  1. Roberta   •  

    Bom Dia Bellinha, sempre leio seus posts.. :-) Como você esta? tenho dois animais lindos desde antes minha filha nascer, hoje ela tem 4 anos e vejo como cuida, respeita e aprende com os nossos filhotes. Vejo todos os dias como e importante esse carinho… pra que a criança entenda a importância de cuidar e amar as criaturas de Deus! Um grande abraco :-) Roberta B Fieni

    • Bellinha   •     Autor

      Oi, Ro! Obrigada pelo carinho. Ter um animalzinho de estimação em casa é pura vida, não é mesmo?
      um beijão!

  2. Lúcia Helena   •  

    Boa tarde!!! Adorei o post, mesmo porque minha filha de quase 04 anos, me pede muito um cachorrinho ou um gatinho. Mas, eu acho cedo ainda. Será que não é melhor por volta de 6 a´7 anos de idade? Devido aos cuidados com o animal, delegando a ela a responsabilidade?
    Bjs.

  3. Carol   •  

    Muito bom!! Adorei o post e as dicas!!! bjss

  4. CRIS FROST   •  

    Ola, Bellinha e Carol,

    Eu tenho uma Border Collie, e tenho uma filha que embora não seja uma criancinha e deficiente. Tem dificuldades para andar, falar e coordenar os movimentos.
    Essa raça e sensacional! So tenho elogios a a eles, principalmente a minha Prema; o que acontece e que as pessoas compram por que esta na moda, mas não se informam direito, o que acredito seja o caso. Desculpe Carol.
    Os Borders são inteligentissimos, mas nao aprendem se nao lhes for ensinado. Exatamente por serem muito inteligentes, se não tiverem um tutor, vão fazer o que quiserem, e como são hiper ativos, acabam incomodando.
    Eles precisam de atividades, não apenas caminhar 1 ou 2 vezes ao dia, mas de atividades que lhes estimule o raciocinio.
    Ensinar truques, como sentar, dar a patinha, e uma boa, ensinar cores, a jogar aquelas argolas de encaixe, que crianças adoram. Ele pode fazer isso tudo, junto com sua filha.
    Com relação a ele derruba-la, talvez seja melhor vc contratar um adestrador, so para o basico, por pouco tempo, porque ele vai aprender muito rapido. Eles são cães parrudos, a Prema vira e mexe deixa manchas roxas na minha mãe, porque ela tem baixa plaquetaria, mas e sem querer, porque esta sempre correndo.
    Eu sou de um grupo de Borders no face, e vejo sempre post de pessoas comentando que o Borders deles são uns terroristas, kkkk, mas a minha e uma santa!
    Pra vcs terem uma ideia, eu moro em casa de madeira, com moveis de madeira, e não tenho NADA destruido por ela.
    Quando ele derrubar sua filha, o certo e fazer o mesmo do que quando eles mordem brincando, dar um gritinho como se fosse um outro filhote. Eles param na hora! Boa sorte com seu bebe! Eu estou na espectativa de cruzar a minha Prema e ser bisavo ( porque minha filha e a mãe) de um monte de bebes danados.
    Desculpe o tamanho da resposta. Bjs a todas.

    • Bellinha   •     Autor

      Oi, Cris! Muitíssimo obrigada pela sua mensagem. Tenho certeza que a Carol vai amar ler todas essas superdicas que você passou!
      Um beijão!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>